O que é turnover e como reduzi-lo?

Mayk | setembro 23, 2022

Imagem artigo

Por diversas razões, a falha na reposição pode interferir na produtividade da empresa e impactar seus resultados futuros

 

O que é turnover? Um índice de rotatividade em uma empresa. Ou seja, o número de colaboradores que deixam de fazer parte da equipe do negócio.

 

Sabemos que manter os mesmos profissionais é um grande desafio, mas quando a rotatividade está acima da média é necessário ligar um sinal de alerta. O turnover tem sido uma preocupação crescente no RH das empresas e são várias as razões para colocar isso como prioridade na gestão de pessoas.

 

O índice elevado pode indicar vários problemas na empresa e também trazer diversos malefícios. Afinal, ter muitas pessoas saindo do negócio é custoso e ainda indica um ambiente pouco proveitoso e tenso.

 

Mas é possível evitar o turnover tomando alguns cuidados no dia a dia. Reunimos, neste artigo do Peixe 30, uma série de informações que vão auxiliá-lo neste assunto. Boa leitura!

 

Entenda o que é turnover

O termo em inglês significa a taxa de rotatividade de funcionários dentro de uma empresa em um período estabelecido, costuma ser medido anualmente. Além de acompanhar a evolução do indicador dentro da organização, é aconselhável isolá-lo pelas diversas áreas do negócio.

 

Um setor com alta rotatividade de funcionários representa prejuízos para a empresa, não apenas financeiros. É possível que estes trabalhadores tenham feito treinamento e recebido informações sensíveis ao negócio e suas saídas podem levar tais conteúdos aos concorrentes.

 

Diante destas constatações, depois de compreender o que é turnover e a sua importância dentro do negócio, é hora de adotar medidas que possam deixar o indicador em um parâmetro aceitável.

 

Tipos de turnover

Existem dois tipos principais de turnover: o voluntário e o involuntário. Na primeira opção, é o próprio colaborador que pede para deixar a empresa por uma série de motivos, alguns ele nem revelará.

 

Normalmente, esse turnover está ligado a ofertas mais interessantes de trabalho, o que é compreensível. Porém, também é um sinal de alerta, pois pode indicar uma má liderança, ambiente de trabalho tóxico e outros problemas semelhantes relacionados ao clima organizacional em desequilíbrio.

 

Já o turnover involuntário ocorre quando o colaborador é mandado embora. Seu desligamento costuma estar ligado a entregas ruins e ao remodelamento de equipe. Porém, também pode indicar falhas na contratação, em seu treinamento, em equipamentos adequados ou ainda a desmotivação da equipe.

 

O que leva ao turnover?

Como citado antes, vários motivos podem elevar o turnover em uma empresa, mas é importante reconhecê-los e neutralizá-los. É papel do RH, junto com a liderança, entender o ambiente corporativo e corrigir os problemas que podem elevar a rotatividade de funcionários na organização.

 

Uma razão comum, por exemplo, é a desmotivação da equipe. Especialmente quando a liderança tem uma má gestão. Se o líder da equipe cria um ambiente tóxico e desencorajador, com metas fora da realidade, é comum que os colaboradores procurem por outras oportunidades fora do negócio.

 

A falta de feedback pode ser um péssimo sinal também. É preciso dizer aos colaboradores sobre seus resultados e melhorias importantes. Assim, eles se manterão motivados, sabendo o que fazer para crescer, em vez de permanecerem estagnados.

 

Aliás, a estagnação é outra razão costumeira para o turnover. Se o colaborador não vê como crescer no negócio, prefere buscar por oportunidades em que possa ter esse crescimento.

 

Pode acontecer ainda de o turnover começar muito antes, já na descrição da vaga profissional. Se as tarefas apresentam algo diferente do que o colaborador realiza no dia a dia, ele pode se sentir “enganado”. Logo, ele vai procurar por uma posição que respeite melhor suas aptidões.

 

Por que o turnover é ruim para as empresas?

Um dos primeiros malefícios do turnover para uma empresa é que ele faz o negócio “perder” dinheiro. Para contratar um colaborador é feito um investimento e se esse novo funcionário deixa seu posto em pouco tempo, a organização tem prejuízo em dinheiro e tempo.

 

Ao mesmo tempo, há o gasto pela contratação e depois pelo desligamento legal do indivíduo. Além disso, existe todo o esforço que foi feito para treiná-lo e, em seguida, é perdido um conhecimento estratégico.

 

Outra despesa está ligada ao processo para substituição do colaborador. É preciso fazer uma nova seleção e isso requer tempo do seu RH. Ao mesmo tempo, essa nova contratação pode ser difícil, já que encontrar bons profissionais é uma tarefa árdua, e sua empresa perderá produtividade com este cargo vago.

 

Além dos problemas apontados acima, se o turnover fizer a sua empresa perder talentos para um concorrente, você terá um grande problema de competitividade.

 

Como evitar o turnover nas empresas?

Depois de entender o que é turnover e suas consequências para o negócio, medidas precisam ser tomadas. Apesar de bastante prejudicial, ele pode ser evitado com organização e ações simples em uma empresa.

 

O primeiro passo é investir em uma boa definição do escopo do trabalho de cada colaborador. Ele deve realizar as tarefas para as quais foi contratado e não acumular atribuições.

 

Além disso, é essencial estabelecer um plano de carreira para as equipes. Mostre onde e como cada funcionário pode chegar. Ter essa perspectiva mantém a todos motivados e aspirando pelo futuro.

 

Os funcionários ainda precisam se sentir bem dentro do empreendimento. Então, vale a pena desenvolver ações que os façam se sentirem motivados e tranquilos no ambiente de trabalho. Junto a isso, invista em um profundo estudo do clima organizacional e faça ajustes para que ele esteja adequado à cultura da empresa.

 

Também é importante oferecer benefícios e bons salários aos funcionários. Claro que o colaborador precisa se sentir bem, mas a parte financeira da sua profissão é igualmente relevante.

 

Ao mesmo tempo, vale a pena estimular a autonomia de todos. As equipes precisam se sentir parte do negócio e que estão trabalhando realmente para seu crescimento. Isso inclui ouvir a opinião e ideia de todos, para que se sintam integrados à companhia.

 

Com um bom planejamento pelo RH e a execução correta das ações, o turnover de um negócio tende a cair. Então, será mais simples reter talentos, diminuir custos e ver o negócio crescer com pessoas que realmente acreditam nele.

 

Agora que você já sabe o que é turnover, coloque em prática as dicas acima e acompanhe os efeitos dentro do negócio. Aqui no Peixe 30 temos vários outros conteúdos que vão apoiá-lo na gestão da sua empresa. Por exemplo:

 

Como motivar uma equipe de vendas?

Indicadores de desempenho para você avaliar seu time

 

O Peixe 30 é uma rede social profissional criada no Brasil e apresenta diversas dicas de gestão e carreira. Entre para este nosso oceano, veja histórias de sucessos de outros empreendedores, inspire-se e fortaleça o seu networking.

 

O aplicativo está disponível para usuários IOSneste link para Android.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Você gostou desse artigo?

  • linkedin
  • facebook
  • twitter

ENCONTE O QUE VOCÊ PRECISA

O QUE TEM POR AQUI?

Aqui você encontra artigos sobre recolocação, ascensão e visibilade profissional, estratégias para composição curricular, mudanças na carreira e dicas de aprimoramento pessoal.

ÚLTIMOS ARTIGOS

Exemplo de texto para envio de currículo por e-mail. Conquiste o recrutador!

Todo processo seletivo começa com uma inscrição, a qual pode ser feita de diferentes formas....

Como se destacar no estágio? Conquiste sua efetivação!

Nos últimos meses de 2023, a taxa de desemprego reduziu no Brasil. Isso é positivo...

Como responder sobre pretensão salarial? Aprenda a calcular

No mercado de trabalho, falar sobre aspectos monetários acaba sendo um tabu. É claro que...

Que roupa usar em uma entrevista de emprego? Veja dicas de como se vestir!

É comum ter dúvidas e insegurança ao buscar a primeira oportunidade profissional ou mesmo uma...

Entrevista técnica: o que é e como conduzi-la? Veja algumas dicas!

Sempre existe mais de uma forma de realizar o mesmo trabalho. Quanto mais experiente for...

O que é entrevista semiestruturada? Aprenda quando usar este modelo!

Quando falamos a respeito das etapas em processos seletivos, existem inúmeras maneiras de conduzir cada...

ASSUNTOS

TEMAS

Como se recolocar no mercado de trabalho? Veja dicas efetivas

Como se recolocar no mercado de trabalho Ler mais

Quando falamos sobre a vida profissional, é preciso considerar que não existe um tempo “certo” ou “errado” para absolutamente nada. Desta forma, em diversos momentos da sua jornada, pode ser interessante ter o conhecimento sobre como se recolocar no mercado de trabalho.   Em um mundo em constante evolução, acaba […]

O que é transição de carreira? Descubra por onde começar!

O que é transição de carreira Ler mais

Embora isso não seja frequentemente discutido, a verdade é que muitos profissionais não possuem caminhos lineares. Boa parte das histórias de sucesso lidam com profissionais de uma área que percebem talentos e recebem oportunidades em campos completamente distintos.   A busca pela realização profissional não tem um ponto de partida […]

Como mudar de área profissional? Veja como direcionar a sua carreira!

Como mudar de área profissional Ler mais

Imagine o seguinte trajeto profissional: uma pessoa termina os estudos básicos, ingressa em uma instituição de ensino superior, obtém um diploma e encontra uma vaga na sua área de formação. A partir do trabalho cotidiano contínuo, ela avança e cresce na carreira.   Parece muito simples, certo? O que esse […]