Posso ser jovem aprendiz e estagiário ao mesmo tempo?

Mayk | agosto 03, 2022

Imagem artigo

O início da vida profissional é repleto de muitas dúvidas. Dentre elas, podemos destacar: como fazer um CV, o que responder em uma entrevista, como se destacar na dinâmica de grupo, preciso de carteira de trabalho para estágio? Saiba que essas questões são comuns e todos aqueles já passaram ou vão enfrentar tais dilemas.

 

Se você pesquisou no Google: “posso ser jovem aprendiz e estagiário ao mesmo tempo?”, certamente tem menos de 24 anos e está no início da sua jornada profissional. A primeira modalidade é uma contratação formal, inclusive com registro na Carteira de Trabalho, quanto o estágio tem caráter de formação.

 

Com base nesta breve explicação, logo surgem as dúvidas: qual é a melhor opção ou posso conciliá-los?

 

A boa notícia é que é possível sim ser jovem aprendiz e estagiário ao mesmo tempo, porém, alguns fatores precisam ser avaliados com cuidado. Falaremos sobre eles neste artigo!

 

Você está no blog do Peixe 30, a rede social profissional brasileira que mais cresce no mundo. Por meio da tecnologia, promovemos networking e facilitamos o seu desenvolvimento pessoal. Faça já o seu Assessment e conheça as suas principais habilidades.

 

Não perca mais tempo! Crie já a sua conta gratuita e entre para o nosso oceano.

 

O que é ser jovem aprendiz?

Para ser um jovem aprendiz, você precisa ter entre 14 e 24 anos e ter concluído o ensino fundamental ou ensino médio. Também é possível entrar nesse regime de trabalho ainda estando na escola.

 

O contrato de um jovem aprendiz dura 2 anos e precisa ter duas coisas: o aprendizado teórico e a prática na empresa. Desta forma, ao ser contratado, o estudante terá contato com diversas áreas e ainda ganha um curso técnico para uma competência desejada.

 

Quem é jovem aprendiz pode trabalhar até 6 horas por dia e deve ter todos os direitos que um trabalhador CLT tem. Ou seja, 13º salário, férias remuneradas e mais.

 

Essa é uma oportunidade principalmente para quem precisa começar cedo no mercado de trabalho. Além disso, esse primeiro emprego pode ampliar seus horizontes ao fornecer uma experiência prática em várias áreas e um curso de especialização.

 

Como funciona um estágio?

O estágio é uma oportunidade que estudantes da graduação podem aproveitar. É uma saída para que eles coloquem em prática o que estudam na faculdade. Ele pode ser obrigatório ou não, já que cada curso tem suas próprias regras.

 

Quem faz estágio não recebe salário, mas sim uma bolsa-auxílio. Existem ainda as opções obrigatórias e não remuneradas em que esse trabalho não tem pagamento. A carteira de trabalho não é assinada, mas o estagiário assina um contrato que envolve três partes: ele, a empresa e a instituição de ensino.

 

Para ser estagiário, o estudante precisa estar matriculado em um curso técnico ou universitário e ter mais de 16 anos (atividades insalubres só podem ser exercidas por maiores de 18). A carga horária desta modalidade de trabalho pode ser entre 4 e 6 horas diárias.

 

O estagiário precisa trabalhar com tarefas que combinem com sua formação para que ele tenha prática real daquilo que aprende em sala de aula.

 

É possível ser jovem aprendiz e estagiário ao mesmo tempo?

A resposta para a pergunta é sim, mas existem algumas regras. A primeira a ser observada é a idade da pessoa. A segunda coisa que deve ser consultada é se a sua área de formação exige ou autoriza estágio. Algumas carreiras têm ensino integral, o que inviabiliza uma atividade profissional.

 

Outras carreiras que contam com estágio obrigatório no final da formação podem possibilitar a conciliação com um contrato de jovem aprendiz, mas é necessário observar a disponibilidade de horário para estas atividades e para os estudos.

 

Ser jovem aprendiz e estagiário ao mesmo tempo em que faz um curso superior pode ser bem desgastante. Estudar entre 4h e 5h + deslocamento + 6h de estágio + 6h de jovem aprendiz. São 16/17h, quem aguenta?

 

Todo este tempo tornaria a sua rotina bem desgastante, não é mesmo?

 

Uma alternativa para quem deseja ser jovem aprendiz e estagiário ao mesmo tempo é buscar por opções com carga horária reduzida ou que uma das atividades seja executada apenas aos finais de semana. O ideal aqui é agir com moderação!

 

Como ser estagiário e jovem aprendiz ao mesmo tempo?

Combinar tarefas como um jovem aprendiz e estagiário pode ser “puxado”. Porém, é uma forma de você conseguir ter direitos trabalhistas e buscar a prática na sua profissão.

 

Porém, a regra diz que é preciso que as duas atividades sejam desenvolvidas em áreas diferentes na empresa. Fazer as mesmas tarefas como estagiário e como jovem aprendiz é proibido.

 

Outra dica importante é se planejar. Mesmo que pareça interessante unir as atividades, você precisa ter a certeza de que vai dar conta de tudo. Do contrário, sua saúde mental e seu próprio rendimento serão prejudicados. Cuidado!

 

Uma medida diferente que pode ser adotada é ser jovem aprendiz por um semestre e estagiário no outro. Este tipo de cuidado possibilita a dedicação aos estudos enquanto tem as suas primeiras experiências profissionais, inclusive quando a área tem estágio obrigatório.

 

Quer mais dicas sobre networking, marketing pessoal e soft skills? Venha para o Peixe 30 e invista na sua carreira.

 

O Peixe 30 é o seu ambiente profissional em que poderá conhecer novas pessoas, trocar experiências, fortalecer seu networking e aprimorar suas características individuais. Cadastre-se, crie seu currículo e faça já o Assessment, um teste que identifica suas principais habilidades.

 

O aplicativo está disponível para usuários IOS e neste link para Android.

 

Você já sabe que pode ser jovem aprendiz e estagiário ao mesmo tempo e viu acima pontos positivos e negativos deste tipo de decisão. O próximo passo é elaborar um bom currículo e treinar para se destacar na primeira entrevista de emprego.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Você gostou desse artigo?

  • linkedin
  • facebook
  • twitter

ENCONTE O QUE VOCÊ PRECISA

O QUE TEM POR AQUI?

Aqui você encontra artigos sobre recolocação, ascensão e visibilade profissional, estratégias para composição curricular, mudanças na carreira e dicas de aprimoramento pessoal.

ÚLTIMOS ARTIGOS

Dica de roteiro para vídeo currículo

O Peixe 30 surgiu com o objetivo de facilitar a interação profissional em vídeo, uma...

Como fazer a descrição de cargos?

Toda organização é composta de profissionais com atribuições distintas e funções definidas. Empresas só crescem...

Quais são as habilidades interpessoais?

Se você trabalha mesmo que de maneira tangente com processos seletivos, com certeza já se...

Como avaliar um candidato à vaga de emprego?

Somar ao quadro profissional de uma empresa é um dos maiores desafios enfrentados pelos profissionais...

Como ser um bom líder de equipe? Veja dicas valiosas

Mais do que saber como liderar, é preciso administrar conflitos e estimular pessoas a fim...

Como chamar a atenção de um funcionário?

Posições de liderança naturalmente carregam responsabilidades. Saber gerir uma equipe está associado a habilidades interpessoais...

Como criar um anúncio de vaga de emprego?

A busca por bons colaboradores é um dos maiores desafios do setor de Relações Humanas...

ASSUNTOS

TEMAS

O que é Job Hunter? Por que você precisa de um?

O que é Job Hunter Ler mais

Você sabe o que é job hunter? Eles podem te ajudar muito na sua recolocação profissional. Leia esse texto e aprenda tudo sobre eles.

Headhunter ou Recrutador

Headhunter ou recrutador Ler mais

Talvez você já tenha ouvido sobre headhunter ou recrutador. Esse profissional pode trazer muitos benefícios para a sua empresa. Leia tudo sobre eles nesse texto.

Recolocação Profissional: o que é, por que fazer e dicas para conseguir

Recolocação profissional Ler mais

Aprenda tudo sobre recolocação profissional. O que é e como conseguir a sua. Será muito importante para você!