Como fazer um bom currículo? Aprenda AGORA!

admin | novembro 05, 2020

Imagem artigo

O primeiro contato que uma empresa tem com você é o seu currículo e o recrutador só tem em média 7 minutos ou menos para ler cada currículo enviado. Assim, é essencial que o seu se destaque. Nesse texto você vai aprender como fazer um bom currículo. 

O que você encontrará nesse texto:

  • O que é um currículo?
  • Por que o currículo é importante?
  • Tipos de Currículo
  • Como fazer um bom currículo?
  • Como NÃO fazer um bom currículo?
  • Modelos de Currículo

O que é um currículo?

O Curriculum Vitae é um documento que contém informações sobre a sua formação e experiência profissional. Ou seja, ele cita o que for mais relevante e atraente sobre você, tanto para a sua carreira quanto para a vaga que está almejando no momento. 

A função do currículo é justamente chamar a atenção do recrutador. Mesmo um currículo gratuito, isso quer dizer, feito sem nenhuma ajuda profissional, tem muitas chances de ser bem sucedido quando feito direito. 

Por que o currículo é importante?

O currículo é importante porque ele fará papel de QI (Quem Indica) para você dentro da empresa. Ou seja, caso esteja difícil passar em um concurso e não tenha nenhum contato dentro da empresa, o seu currículo será o seu passaporte de entrada. E como a qualidade dele só depende de você, é muito importante se esforçar ao máximo nele.  

Tipos de Currículo

Atualização para um bom currículo
Atualização para um bom currículo

A estrutura mais clássica de currículos é: dados pessoais, formação, experiência. Contudo, há vários tipos de currículos e vamos destacá-los para você aqui. 

Currículo Cronológico

Esse é o currículo clássico em que você cita todas as suas experiências profissionais em ordem cronológica, sendo da primeira até a atual ou ao contrário. 

O problema dele é que talvez as suas funções antigas não tenham tanta relevância para o cargo para o qual está se candidatando. 

Outro contra é que ele deixa evidente os seus lapsos de tempo (períodos em que ficou desempregado). Eles nunca causam uma boa impressão, então tome cuidado com esses dois probleminhas. 

Currículo por competência

Nesse tipo de currículo, em vez de você simplesmente listar seus cargos antigos com as atividades que fazia e por quanto tempo, você vai dizer os seus resultados. 

Isso significa que o seu currículo deve conter o quanto o seu trabalho ajudou a empresa e qual foi o método utilizado

Currículo Funcional

Esse é para os profissionais com muita experiência. Nele, os cargos e competências ficam separados

Isso facilita para o recrutador na hora de examinar as habilidades, formação e experiência do profissional e decidir se ele se encaixa ou não com a vaga. 

Currículo Criativo

Naturalmente ele é usado por profissionais da indústria criativa como designers e desenhistas. 

Ele também consiste em contar os mesmos dados dos currículos anteriores, porém, com uma identidade visual mais chamativa

Cores, fontes, enfim, qualquer coisa que destaque a criatividade do profissional.

Como fazer um bom currículo?

Estrutura

Seu currículo será em texto corrido ou em tópicos? Seja qual for ele precisa refletir quem você é. Deixe claros seus ideais e objetivos

Lembre-se que se ele estiver todo desorganizado o recrutador vai pensar que você é naturalmente desorganizado. Portanto, capriche na parte visual e deixe tudo bem claro e fácil de ler.   

Áreas principais

Todos os currículos, independentemente do modelo ou estilo, precisam ter: 

  • Dados pessoais 
  • Formação 
  • Idiomas
  • Experiências
  • Objetivos
  • Habilidades

Primeiro emprego

Não se intimide por não ter experiência. Todos precisaram começar de algum lugar. Compense isso com os projetos voluntários ou independentes dos quais planejou, seja dentro ou fora da faculdade ou colégio

Claro que quanto mais cheio é o CV, melhor. Mas tem como compensar, afinal, o que as empresas buscam são colaboradores que estejam dentro do perfil pedido pela vaga. Isso nem sempre tem a ver com experiência.  

Objetivo

As empresas querem saber o motivo de você estar se candidatando para trabalhar nelas. Seja específico nessa parte. Não tenha medo de dizer que quer um cargo específico. Balanceie seus objetivos com as opções oferecidas pela empresa

Apresentação

Agora você deve “vestir bem” o seu currículo. Envie-o em um papel limpo e liso. Se possível, invista em um papel especializado. O que importa é o material estar impecável. 

O mesmo vale para o formato digital. O mais recomendado é que seja enviado em PDF de boa qualidade. Ainda revise o texto para que não haja erros de digitação ou espaçamento. 

Redes sociais

Existem redes sociais profissionais como Linkedin e a mais recente Peixe 30. As empresas podem querer acessar seu currículo por elas. Por isso, não estar nelas ou estar com seus dados desatualizados significa ficar atrasado no mercado

Monte perfis em redes sociais profissionais o quanto antes e os mantenha atualizados.

Como NÃO fazer um bom currículo?

Preste muita atenção! Se quiser ser contratado busque evitar os seguintes erros: 

  • Faltar com dados pessoais (e-mail, endereço e número de contato)
  • Destacar experiências que não influenciam na vaga almejada (Trabalhos voluntários não entram nessa categoria)
  • Foto pouco profissional
  • Incluir informações inúteis (RG e CPF, por exemplo)
  • Não nomear o arquivo ou nomeá-lo de forma despreocupada
  • Colocar um e-mail diferente do seu nome (“fanzassodeguitarrero@gmail.com” ou “Lindademorrer98@hotmail.com.br”, por exemplo)
  • Erros de português
  • Inserir todas as experiências profissionais da carreira (selecione as mais recentes e que tem mais relação com o cargo almejado)
  • Destacar formações que não influenciam na vaga
  • Mentiras

Outra dica seria evitar fazer comentários em seu currículo sobre as próprias performances. Diga apenas o que você fez e como isso ajudou a empresa. Deixe os julgamentos para o recrutador. 

Isso também evita que você supervalorize uma atividade que não teve tanta importância assim. Os entrevistadores são treinados para perceber essas “pequenas distorções da realidade”. 

Quanto ao seu objetivo, já dissemos para ser específico. Resuma em uma única meta. Objetivos demais podem dar a impressão de que você não tem foco. 

Modelos de Currículo

Trainee

Feito para evidenciar as experiências, o modelo trainee tem um espaço para resumir as qualificações. Aqui é onde você fala quais habilidades e competências você tem que se relacionam com a vaga

Você também pode falar de projetos não oficiais e experiências internacionais. Indique contatos de pessoas que recomendam o seu trabalho. Seja breve ao falar dos idiomas e coloque os certificados que os comprovam. 

Estagiário

Assim como no de trainee, o estagiário deve se apoiar nos seus idiomas, atividades extracurriculares, formação e projetos não oficiais do qual participou

Afinal, a tendência para um estagiário é não ter bagagem profissional para mostrar. A melhor opção é ser simples e direto. 

Estudante

Em geral são bastante semelhantes a estagiários e trainees. Ou seja, seu currículo deve ir direto ao ponto com o recrutador.  

Iniciantes

Ainda está muito próximo das categorias anteriores e por isso deve continuar valorizando sua experiência não profissional e extracurricular

Apesar de já ter alguma experiência precisará continuar se apoiando nessas bases para evidenciar o ajuste a uma vaga.  

Especialistas

Esses já têm experiência, então eles podem demonstrar um direcionamento na sua carreira usando o CV. Se você é um especialista coloque o mais relevante que já realizou e que se relacione com a vaga. Destaque suas funções, sua formação, cursos e tudo que mais interessar

Analistas

O trunfo deles, diferente dos especialistas, não são as experiências, mas as formações. Se você é um analista, ressalte os seus cursos e atividades extracurriculares. 

Gerentes

Normalmente, todo gerente é especialista (possui experiência de sobra) então coloque suas experiências mais recentes (faça um corte dos seus últimos 5 anos). 

Se quiserem, eles podem omitir a data de sua formação, já que provavelmente se formaram há muito tempo. Lembre-se de colocar datas nas experiências para mostrar atividade.

CEO

E se nós te disséssemos que o CEO, um profissional fortemente consolidado no mercado, possui um currículo parecido com o de um estudante? Justamente por causa de sua reputação, seu CV pode ser menos detalhado

Ele deve apresentar seus principais resultados e sua participação em planejamentos e estratégias para elevar a posição da empresa

Acadêmico

Por fim, os acadêmicos são os que possuem o currículo mais peculiar, pois suas realizações são acadêmicas, ou seja, ensino e pesquisa. 

Eles devem colocar sua formação, cursos lato sensu e stricto sensu, papers e títulos, artigos, entre outros projetos tratados como experiência no ramo

Esperamos que esse artigo tenha sido útil para você. E depois que terminar seu currículo baixe o app do Peixe 30

Com ele os empresários conseguem encontrar novos membros para suas equipes com mais facilidade. Já o trabalhador, consegue que seu trabalho seja visto por muito mais recrutadores, tornando a próxima etapa da sua carreira cada vez mais próxima. Baixe já!  

Faça parte desse oceano!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.2 / 5. Número de votos: 6

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Você gostou desse artigo?

  • linkedin
  • facebook
  • twitter

ENCONTE O QUE VOCÊ PRECISA

O QUE TEM POR AQUI?

Aqui você encontra artigos sobre recolocação, ascensão e visibilade profissional, estratégias para composição curricular, mudanças na carreira e dicas de aprimoramento pessoal.

ÚLTIMOS ARTIGOS

Exemplo de texto para envio de currículo por e-mail. Conquiste o recrutador!

Todo processo seletivo começa com uma inscrição, a qual pode ser feita de diferentes formas....

Como se destacar no estágio? Conquiste sua efetivação!

Nos últimos meses de 2023, a taxa de desemprego reduziu no Brasil. Isso é positivo...

Como responder sobre pretensão salarial? Aprenda a calcular

No mercado de trabalho, falar sobre aspectos monetários acaba sendo um tabu. É claro que...

Que roupa usar em uma entrevista de emprego? Veja dicas de como se vestir!

É comum ter dúvidas e insegurança ao buscar a primeira oportunidade profissional ou mesmo uma...

Entrevista técnica: o que é e como conduzi-la? Veja algumas dicas!

Sempre existe mais de uma forma de realizar o mesmo trabalho. Quanto mais experiente for...

O que é entrevista semiestruturada? Aprenda quando usar este modelo!

Quando falamos a respeito das etapas em processos seletivos, existem inúmeras maneiras de conduzir cada...

ASSUNTOS

TEMAS

Como se recolocar no mercado de trabalho? Veja dicas efetivas

Como se recolocar no mercado de trabalho Ler mais

Quando falamos sobre a vida profissional, é preciso considerar que não existe um tempo “certo” ou “errado” para absolutamente nada. Desta forma, em diversos momentos da sua jornada, pode ser interessante ter o conhecimento sobre como se recolocar no mercado de trabalho.   Em um mundo em constante evolução, acaba […]

O que é transição de carreira? Descubra por onde começar!

O que é transição de carreira Ler mais

Embora isso não seja frequentemente discutido, a verdade é que muitos profissionais não possuem caminhos lineares. Boa parte das histórias de sucesso lidam com profissionais de uma área que percebem talentos e recebem oportunidades em campos completamente distintos.   A busca pela realização profissional não tem um ponto de partida […]

Como mudar de área profissional? Veja como direcionar a sua carreira!

Como mudar de área profissional Ler mais

Imagine o seguinte trajeto profissional: uma pessoa termina os estudos básicos, ingressa em uma instituição de ensino superior, obtém um diploma e encontra uma vaga na sua área de formação. A partir do trabalho cotidiano contínuo, ela avança e cresce na carreira.   Parece muito simples, certo? O que esse […]